Baixe aqui a Reforma Protestante – Pressupostos e Consequências

Introdução

  • Reforma Protestante – um fenômeno complexo:
    – Fatores políticos, sociais, intelectuais e religiosos
    – A história de Alberto de Mogúncia
  • Reforma Protestante – um fenômeno heterogêneo:
    – Quatro manifestações: luteranos, calvinistas, anabatistas, anglicanos

 

1. Pressupostos

(a) A centralidade da Escritura:

  • Sola Scriptura:
    – A redescoberta da Bíblia por Lutero e pelos humanistas
    – A erudição bíblica de Calvino
    – A tradução das Escrituras
    – O livre exame
  • Tota Scriptura: o princípio regulador
  • O Espírito e a Palavra:
    – O Espírito é o autor da Palavra e fala somente pela Palavra
    – O testemunho interno do Espírito Santo.

(b) A justificação pela fé:

Sola gratia, solo Christo, sola fides
– Justificação = declarar justo; conceito jurídico ou forense
– Não pelas obras (lei)
– Efeito libertador
– Iniciativa divina e resposta humana.

(c) O sacerdócio de todos os crentes:
– A igreja como a comunhão dos santos (não só a mãe e mestra)
– Fim da distinção clero-leigos
– Negação do conceito de fé implícita

 

2. Consequências

(a) Teológicas:

  • Um novo entendimento da igreja:
    – Igreja invisível (todos os eleitos) e visível (os que professam a fé em Cristo e seus filhos)
    – As marcas da igreja: fiel pregação da Palavra, correta ministração dos sacramentos
  • Um novo entendimento da salvação:
    – Dádiva de Deus, do início ao fim
    – Não o alvo, mas o ponto de partida
  • Um novo entendimento da vida cristã:
    – Abrangente, a santificação do comum
    – Consagração a Deus, e não busca de méritos.

(b) Políticas:

  • O princípio da diversidade:
    – Fim do conceito de cristandade; pluralismo
    – Diferenças em torno de um núcleo comum
  • O princípio da tolerância:
    – No início, lutas; depois, busca de igualdade
    – Denominacionalismo
  • O princípio da democracia participativa:
    – Evolução no relacionamento igreja e estado.

(c) Sociais:

  • Novo conceito de vocação – todos são vocacionados.
  • Novo conceito de trabalho – nova ética do trabalho; prosperidade.
  • Novo conceito de sociedade – visão holística; puritanos – “santos no mundo”